quinta-feira, dezembro 31, 2009

Há sempre qualquer coisa

Há sempre qualquer coisa para fazer
Há sempre qualquer coisa que eu deveria resolver
Porquê, não sei
não sei ainda

Extraído de "Inquietação" de José Mário Branco

quarta-feira, dezembro 23, 2009

Saudades do futuro

Parece que os senhores que estiveram em Copenhaga não tinham duvidas: o “aquecimento global”, para eles, é grave e perigoso.
A ser como dizem que é, continua a ameaçar o planeta e o futuro dos nossos filhos.
É óbvio, portanto, que aqueles pais que estiveram a debater na Dinamarca nem com os próprios filhos se preocupam.
Vão preocupar-se com “os outros”?
Podemos confiar em gente assim?
Não. Nem pensar nisso. Mas são eles que governam o Mundo. E na maioria dos casos fomos nós que os elegemos

Pedro Rolo Duarte, jornal i,22dez09

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Babybomb

O Presidente da República gaguejou ao tentar dizer "inverno demográfico" e exprimiu, por causa de os portugueses não fazerem bebés, a preocupação que nunca lhe ouvi pelos portugueses que trabalham horários cada vez mais longos e desregulados.
Neste Natal, vai haver gente a trabalhar 60 horas por semana e 14 no dia da consoada; não deixa muito tempo para os bebés.

Rui Tavares, publico,21dez09

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Golpadas

Antigamente davam-se golpes de Estado com tropa nas ruas… hoje basta meia dúzia de jornais e televisões e uns processos judiciais com umas suspeitas e umas escutas telefonias… é muito fácil hoje retirar o poder a quem as ganhou em eleições.

Carlos Magno, "Contraditório", Antena1

quinta-feira, dezembro 17, 2009

A precisão das coisas #2

Nunca escondi que era de esquerda (o que exclui os partidos de direita, como o PS).

Ricardo Araujo Pereira em entrevista na revista Playboy

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Amanhem-se

os eleitores desejaram que o governo para esta legislatura fosse de maioria relativa. Os eleitores disseram: "Peguem nestes resultados e amanhem-se." Não disseram: "Dissolvam o Parlamento e voltem a perguntar-nos daqui a uns meses." O Parlamento que temos é o Parlamento que, enquanto cidadãos, demos aos governantes. Habituem-se. É aquilo que vão ter nos próximos anos.

Do meu ponto de vista, acontece mais uma vez que os cidadãos estão muito à frente dos políticos. Os cidadãos sabem que é possível governar assim e - ao votarem como votaram - parecem ser da opinião de que até se pode governar melhor assim. Têm razão: há muitos países, da Holanda à Noruega, presumivelmente melhor governados do que nós, que há décadas vivem em maioria relativa. Após 35 anos de democracia, também nós seremos capazes.


Rui Tavares, publico,12dez09

terça-feira, dezembro 15, 2009

Esmifrar: dar ou pagar de má vontade, extorquir dinheiro; cravar, pedir dinheiro (emprestado ou dado) (*)

Os trabalhadores da grande distribuição vão apresentar, hoje, um pré-aviso de greve para a véspera de Natal.Em causa está a proposta apresentada em Novembro pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), que defende a hipótese de o período normal de trabalho poder ser aumentado até às 60 horas semanais. Para além disso, prevê uma actualização salarial acumulada de um por cento em 2009 e 2010, e mais contratos a termo.

De acordo com a resolução aprovada, as empresas da distribuição pretendem aumentar o período normal de trabalho até mais quatro horas diárias, no máximo de 60 horas por semana e 200 por ano. Os super e os hipermercados pretendem ainda que este aumento de horas seja comunicado de véspera ao trabalhador, não contando "para efeitos de trabalho suplementar".

in publico.pt
(*) conforme definição do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Ideologia em saldo

5,00€ na feira da ladra

segunda-feira, dezembro 14, 2009

Portuguese do it better

Portugal está na cauda da Europa em muitos indicadores económicos e sociais, mas há um onde estamos seguramente entre os primeiros: na qualidade dos nossos pessimistas.
Na verdade, todos temos que reconhecer que os nossos pessimistas são do melhor que há no mundo.
Um pessimista português é uma autoridade: quando fala do país não fica pedra sobre pedra. Não há passado que nos salve. (...) É claro que os nossos pessimistas nos poderiam dar sugestões de como sairmos desta apagada e vil tristeza. Mas nessa não caem eles.
Pessimista que se preza demonstra que isto está péssimo - mas acrescenta que não há salvação.

Nicolau Santos, expresso,12dez09

Os reprimidos

"Estamos numa democracia mas os treinadores [de futebol] não podem falar."

Jorge Costa, treinador da Olhanense, após o jogo da sua equipa contra o Benfica, sporttv12dez09

domingo, dezembro 13, 2009

A precisão das coisas

Individuo A: "Querem me acusar de assalto à mão armada..mas não é..."

Individuo B: "Não tinhas arma?"

Individuo A: "Não era bem..."

Conversa de ontem algures no largo do Adamastor em Lisboa

sexta-feira, dezembro 11, 2009

O que este país precisa é de um novo Salazar


Várias excursões do Inatel encheram o teatro São Luiz para ver "O Que Se Leva Desta Vida". Ofendido pela linguagem dos actores, um grupo de idosos interrompeu a peça
"Isto é que é cultura? É mandá-los ir semear batatas". Esta é apenas uma das reacções do grupo de idosos que, a 12 de Novembro, obrigou a peça a um final abrupto.
O Inatel tinha comprado vários bilhetes para o espectáculo e organizou uma excursão até Lisboa. Mas a linguagem utilizada pelos actores era demasiado obscena para o público sénior, que não se conteve na hora de mostrar a sua indignação:
"É por isso que a nossa mocidade anda aí nas drogas. Aquilo que os ensinam é isto, os maus caminhos, em vez de lhes ensinarem o A e o B"

jornal i,11dez09

All you need is love

Preciso me sentir constantemente apaixonado.

José Luis Peixoto, escritor
in Cinco para a Meia Noite, rtp2

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Ouvido (direito) mouco

O que não posso deixar de notar é que em Portugal, só há escutas dum lado...só há escutas a Paulo Pedroso, Ferro Rodrigues, Jorge Sampaio, José Sócrates...
No caso BPN... ninguém escutou Dias Loureiro? e porquê? Submarinos, Furacão, e BPN...não há escutas nestes casos?

Clara Ferreira Alves no Eixo do Mal

Palhaços há muitos e palhaças também

Troca de insultos entre deputados marca primeira audição da Comissão Parlamentar de Saúde
A troca de insultos ocorreu quando Maria José Nogueira Pinto intervinha na comissão, onde esteve presente a ministra da Saúde e os seus dois secretários de Estado.
"Não sabia que tinham contratado um palhaço" para a Comissão Parlamentar de Saúde, disse a deputada. Em resposta, Ricardo Gonçalves teceu comentários sobre a troca de cor política por parte de Maria José Nogueira Pinto.

in publico.pt

quarta-feira, dezembro 09, 2009

"Se substituíssemos a palavra "muçulmano" pela palavra "judeu", ninguém aceitaria as coisas que se dizem"

Stefano Allievi, especialista em sociologia das religiões e das mudanças culturais.
publico, 6dez09
It's high time
Pamela Campagna
Thomas Scheiderbauer

não é à custa do mínimo de dignidade que se ergue um verdadeiro desenvolvimento

"O crescimento do ordenado mínimo é um passo essencial. Se cria problemas a alguns, é a sua vez de os resolver, porque não é à custa do mínimo de dignidade que se ergue um verdadeiro desenvolvimento"

O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social, D. Carlos Azevedo
publico,7dez09

terça-feira, dezembro 08, 2009

Acabou o faroeste

Banco de Portugal limita taxas de juro máximas no crédito ao consumo
A partir de 1 de Janeiro acabam os exageros na fixação de taxas cobradas pelos bancos. No crédito pessoal, o máximo permitido é de 16,9 por cento
O objectivo do diploma é fixar o tecto máximo dos juros, ou a taxa a partir da qual poderá ser considerada usura (valor exagerado ou acima da lei), sem criar limitações à prática de taxas mais baixas, que correspondam à prática comercial ou à negociação entre os clientes e as instituições. O BdP avisa que as taxas agora definidas constituem limites máximos, "não podendo, em caso algum, ser referidas como "taxas legais"".

publico,8dez09

Nacionalidade: Sara Ocidental


“Volto a dizer, o Governo de Espanha é cúmplice de Marrocos e ambos os governos querem empurrar-me para a morte”, denunciou Aminatu Haidar .

A activista recorreu à greve de fome como protesto contra a proibição de um regresso a casa, e aos seus filhos, imposta por Marrocos – de onde foi expulsa no dia 14 de Novembro, depois de ter assinado um documento em que escrevia “Sara Ocidental” no espaço reservado à nacionalidade, quando voltou de uma viagem ao estrangeiro. Haidar foi detida, interrogada, privada de telefones e passaporte, e forçada a voar até Lanzarote, onde se encontra desde então.

O Sara ocidental, ex-colónia espanhola, foi anexada por Marrocos nos anos 1970. Rabat ofereceu uma ampla autonomia à região, mas a Frente Polisario, apoiada pela Argélia, recusou-a e exigiu um referendo sobre a autodeterminação da região.

segunda-feira, dezembro 07, 2009

capa do jornal público,7dez09

Nas publicações científicas, a questão já não é se a culpa é dos seres humanos, mas sim quão pouco tempo ainda nos sobra para limitar os danos.

publico,7dez09

domingo, dezembro 06, 2009

"Homem do ano"

Ricardo Araujo Pereira

O humorista - considerado "homem do ano" pela revista Playboy - é capa da edição especial de Natal pela "influência, mediatismo, importância político-social e respeito tansversal conferido pela sociedade portuguesa", explicou Sara Esteves Cardoso, directora de comunicação da revista, ao Expresso.

jornal i, 6dez09

sábado, dezembro 05, 2009

Vão para todo o lado

"Os gays não vão para o céu."

cardeal mexicano Javier Barragan, recém-aposentado de funções no Vaticano
jornal i, 4dez09

sexta-feira, dezembro 04, 2009

"Agarrem-me senão eu avanço"

Manuel Alegre não se quer comprometer para já com uma nova corrida presidencial.
"Não abro nem fecho portas", afirmou ontem à noite em Braga, numa jantar com apoiantes da sua candidatura de 2006.

in publico.pt

O combustível da vida

Há artistas que precisam do palco e do público como gasolina para a vida. Eu não. A minha gasolina vem das pessoas que eu gosto, de coisas normais. Não vem das palmas. As palmas são boas, mas se não as tiver também estou bem.

Pedro Burmester

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Comissão para encher chouriço

Francisco Assis anunciou hoje que a bancada parlamentar do PS vai viabilizar a constituição de uma comissão eventual para o combate à corrupção, ideia lançada por José Pacheco Pereira e depois proposta pelo grupo social-democrata.

in publico.pt

Quem vê caras...

Ela tem um amigo que um dia a desamigou. No dia em que ele a desamigou do Facebook ela não percebeu. Quem desamiga alguém numa rede social fá-lo sorrateiramente. O outro nem nota. Até um dia. Nesse dia em que ela percebeu que o seu amigo a tinha desamigado - bastou-lhe para isso ir ao perfil dele no Facebook, espiolhar o que ele andava por lá a fazer -, foi apanhada de surpresa.

Primeiro estranhou, achou que era um erro. Ops! Afinal não era. O amigo tinha mesmo clicado para a afastar. Ela resolveu reagir. Esse amigo era seu amigo na vida real. Ligou-lhe. Atendeu o atendedor de chamadas. Falou para um gravador. Deixou-lhe uma mensagem bastante desesperada. Ele percebeu então que no Facebook também se magoa. Tudo se resolveu, mais tarde, entre os dois numa conversa telefónica. Ele disse por que tinha tomado aquela atitude, ela deu explicações. Ele voltou a adicioná-la como amiga. Ela aceitou.

publico.pt

Muçumanos de todo o mundo: uni-vos!

"os mais ricos dos países muçulmanos retirarem o seu dinheiro dos bancos suíços”. Genebra é um importante centro financeiro e gestor de fortunas, muito procurado pelos árabes do Golfo. “Esvaziem os cofres da confederação”, pediu Cohn-Bendit num texto que será hoje publicado no diário suíço "Le Temps". “A Suíça habituou-nos a estas atitudes. Penso, claro, na II Guerra. Não teve nenhum problema em sacrificar os que pediam asilo”, escreveu.

Cohn-Bendit em resposta ao resultado Suiço do referendo que proibiu a construção de minaretes (torres das mesquitas)
in publico,2dez09
The Girl Friend Experience realizado por Steven Soderbergh

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Tudo por tudo

É a minha maneira de ser, dou tudo...
(...) eu só cheguei onde cheguei por disputar cada lance como se fosse o último.

Petit, jogador de futebol, entrevistado pelo jornal i, 29nov09
The Girl Friend Experience realizado por Steven Soderbergh

terça-feira, dezembro 01, 2009

A escola da vida

[A minha escola] foi a vida, foi fazer-me à vida.

Petit, jogador de futebol, entrevistado pelo jornal i, 29nov09

Life and love are the same

Extraído de "Isn’t She Lovely" de Stevie Wonder

segunda-feira, novembro 30, 2009

Economia nova

“o que podia objectivamente ajudar as pequenas e médias empresas e a economia no seu geral era os custos do dinheiro serem mais baratos”.

“Quando estas [as empresas] recorrem aos serviços financeiros, não terem empréstimos tão caros, baixar-se os preços dos produtos energéticos, dos combustíveis, criar-se estruturas de administração pública mais eficazes que não as desgastem na burocracia, reduzir os custos das comunicações e telecomunicações”, defendeu.

“Os grandes grupos que dominam estas áreas transformaram-se em plataformas de acumulação de riqueza desmedida para os grandes accionistas e isto atrofia a estrutura económica toda”, acrescentou.

Secretário-geral da CGTP, Carvalho da Silva
jornal i, 29nov09

All you need is love


"Eu não tive grandes amores."











Amália Rodrigues falando de si própria
numa entrevista publicado pelo semanário
Sol,13nov09

domingo, novembro 29, 2009

Um filme dejá vu de intolerência

Os suíços decidiram hoje em referendo proibir a construção de minaretes (torres das mesquitas), com 57 por cento dos votantes a pronunciarem-se nesse sentido, segundo os resultados definitivos do escrutínio.

in publico.pt
Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo

esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro

cavalo à solta
pela margem do teu corpo

Cavalo à Solta de Ary dos Santos

sábado, novembro 28, 2009

sexta-feira, novembro 27, 2009

Road to everywhere

"É engraçado, nunca conduzi a minha vida. Nem sei quem a conduziu por mim."

Amália Rodrigues falando de si própria numa entrevista publicado pelo semanário Sol,13nov09

quinta-feira, novembro 26, 2009

Pode alguém ser quem não é?

O povo gosta da Amália. E a Amália gosta da Amália?

Eu? Gosto da Amália. E sabe porquê? A Amália é o que é. Não tenho exigências de coisa nenhuma. Não sou capaz de magoar ninguém.

Amália Rodrigues falando de si própria numa entrevista publicado pelo semanário Sol

quarta-feira, novembro 25, 2009


Don´t be squared.
I am here now
I am never leave you again.
I am here.

Extraído do filme Afterwards realizado por Gilles Bourdos

terça-feira, novembro 24, 2009

Dificuldades em comentar

Já agora, que apreciação lhe merece a extinção do "Jornal Nacional" de sexta-feira?

Quando há um programa que não cumpre as regras, não honra as princípios éticos e deontológicos do jornalismo, não respeita a própria civilidade no tratamento das pessoas, confunde jornalismo com militância, tenho dificuldade em comentar...

José Alberto de Carvalho, jornalista, Jornal de Noticias,24nov09

segunda-feira, novembro 23, 2009



Someone once told me: the wonder of life is now and here
Life is full richness, gestures, life, laughter and the joy we share (...)
Share happiness, live every instant, and above all, don´t get obsset when you think of me
And remember, don´t be ashamed to tell people you care about, that you love them.

Extraído do filme Afterwards realizado por Gilles Bourdos

sábado, novembro 21, 2009

Lágrimas de crocodilo

“Sinto-me envergonhado pela maneira como ganhámos e lamento pelos irlandeses, que definitivamente mereciam estar na África do Sul . "
Jogador francês de futebol,Thierry Henry, após polémica qualificação da França para o Mundial, impulsionada pela mão do avançado no lance do golo de Gallas.

sexta-feira, novembro 20, 2009

quarta-feira, novembro 18, 2009

Justiça de Fafe

Se fossem inócuos tais conteúdos, qualquer deles poderia ter vindo logo a público dizer isso mesmo, dissipar dúvidas com a sua palavra autorizada e acalmar a opinião pública.
Ninguém discutiria então a aplicação da lei.

Mas agora, mandadas destruir as certidões (...), pode sempre pairar a suspeita de que esses conteúdos não eram afinal tão inócuos quanto isso e apontavam para qualquer coisa de política e juridicamente tão desconfortável que só um procedimento meramente formal conseguiu travar outros desenvolvimentos.

Vasco Graça Moura in DN

Há malta que vive mal com a democracia

Elegeram essa gente? Pois têm o que merecem… Assoem-se lá a esse guardanapo. Besuntem- -se com o resultado.
Amanhã ainda vai ser pior...

Vasco Graça Moura in DN

"Perderam-se 178 mil empregos este ano e 77 mil na anterior legislatura" (*)

foto: reuters
(*) publico.pt

Uma questão de dignidade #2

O PSD defende a solução inglesa, que é um casamento sem o nome casamento. Mas vocês querem o nome. O símbolo é assim tão fundamental?

É. (...) a nossa vida é simbólica, organizamos a nossa percepção do mundo através de símbolos. Eu digo às pessoas que se um determinado segmento da população pode aceder a uma coisa chamada casamento e há outro segmento específico que só pode aceder a uma coisa chamada união de facto, mesmo que tenha os direitos iguais, estou a dizer que há uma hierarquia e que uma coisa é mais digna do que outra.
Não estou a reconhecer igual dignidade.

Miguel Vaz de Almeida, deputado do PS
jornal i,14nov09



terça-feira, novembro 17, 2009

Uma questão de dignidade

Temos uma maioria da população que pode escolher entre não fazer nada, viver em união de facto ou casar civilmente. E temos uma minoria que só pode escolher entre não fazer nada e viver em união de facto.
E não pode aceder à fórmula que o Estado reconhece como a mais digna ou a mais completa.
Ao impedir essa minoria de aceder a isso, está a dizer que as suas relações não são dignas.

Miguel Vaz de Almeida, deputado do PS
jornal i,14nov09

segunda-feira, novembro 16, 2009

Ó tempo volta para trás

"Há 11 anos ganhava mais do que ganho hoje."

Uma de muitas conversas de café

domingo, novembro 15, 2009

Rendimento máximo garantido

"ele [Armando Vara] também tem direito a viver."

Jo Berardo, membro do conselho de remunerações do BCP, comentando a não suspensão do vencimento do vice-presidente do BCP, Armando Vara, apesar de suspenso das suas funções.
Segundo informação da SIC, as remunerações brutas de Vara totalizam 0,5 milhões de euros/ano
in sic, 14nov09

"Muco nasal" teria ficado melhor

"(...) nunca esquecerei a imagem daquele balneário em peso a chorar baba e ranho na hora da despedida de Paulo Bento”, disse o presidente do Sporting

in publico.pt

sexta-feira, novembro 13, 2009

Quando a caricatura mascara o preconceito

"Porque se duas pessoas do mesmo sexo se podem casar não há razão para proibir o casamento a termo certo (5, 10, 20 anos) ou o casamento poligâmico (um homem e três mulheres, uma mulher e dois homens)".

Maria José Nogueira Pinto, "Diário de Notícias", 12-11-2009

Quem nunca ofendeu que atire a primeira pedra

"O casamento é uma instituição única", disse Manuel Morujão. E será "uma ofensa ao verdadeiro casamento" introduzir a questão do estatuto de casamento para os homossexuais, com ou sem possibilidade de adopção, disse.

Porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, padre Manuel Morujão

quinta-feira, novembro 12, 2009

Juízes estranham tráfego de influências

Juízes estranham conhecimento antecipado de acórdão
Godinho, em prisão preventiva, foi escutado a dizer a Vara que ganhou caso na Relação, quatro dias antes da decisão ser proferida.

in publico.pt

Quando reduzem os custos do trabalho a questões de economia

O trabalho e o emprego têm dimensões simultaneamente económicas, sociais, culturais e políticas. As políticas salariais não são uma questão meramente da economia.
A própria economia não melhora apenas por factores quantitativos: há também os de ordem social, cultural e política, que muitas vezes têm mais influência que os factores económicos.

Carvalho da Silva in jornal i,10nov09

Às vezes o amor não basta

"Pensámos que conseguiríamos, com amor mas às vezes o amor não basta"

Teresa Enke viuva do jogador de futebol Robert Enke, comentando o suicidio do seu marido motivado por graves e continuas depressões

quarta-feira, novembro 11, 2009

Liberta o voyeur que há em ti

As formas sinuosas de contornar o preconceito


in publico.pt

É tempo de não sermos governados pelas opiniões tecnocráticas e de a política ter o seu papel.

Se os salários acompanhassem a evolução da produtividade em Portugal seriam hoje bem maiores. Se há conceitos manipulados são os da produtividade e competitividade. Os nossos trabalhadores são tão produtivos como os outros, o que é demonstrado, por exemplo, pela emigração.
Mas um trabalhador com uma enxada, por mais que cave não compete com um tractor: tudo depende do produto em causa e das técnicas.
É tempo de não sermos governados pelas opiniões tecnocráticas e de a política ter o seu papel.

Carvalho da Silva in jornal i,10nov09

terça-feira, novembro 10, 2009

Quando é fácil falar da fome dos outros

O dr. Silva Lopes que experimente viver com o salário mínimo nacional dois ou três meses e depois se pronuncie.

Carvalho da Silva em resposta ao economista José Silva Lopes que disse há dias que aumentos salariais em 2010, com as empresas fragilizadas pela crise, seriam "fábricas de desemprego"
in jornal i



"Não queria que a RDA desaparecesse; era o meu país, único"(*)

(*) Christianne Mlynski, 44 anos, berlinense

"Chorei quando o muro caíu" (*)

(*) Burkhart Veigel, 71 anos, ajudou 650 pessoas a fugir da ex-RDA entre 1961 e 1970
fonte: el pais

segunda-feira, novembro 09, 2009

domingo, novembro 08, 2009

A queda de outro muro?

O primeiro-ministro britânico Gordon Brown defendeu este sábado que deveria ser criada uma taxa sobre as transacções financeiras internacionais para financiar futuros planos de salvamento dos bancos.

in publico.pt

sábado, novembro 07, 2009

A "imitação" do célebre beijo de Honecker, então líder da antiga RDA e Brejnev, da antiga URSS
foto: el pais

quinta-feira, novembro 05, 2009

Fundamentalistas

O presidente do Banco Central Europeu apelou hoje aos Governos que apresentem o mais rápido possível planos ambiciosos de redução do défice público a médio prazo.

in publico.pt, 05nov09

terça-feira, novembro 03, 2009

A coisa nossa

"Não há máfia em Portugal porque não é preciso ameaçar gente com uma pistola. Basta abanar umas notas".

João Miguel Tavares, "Diário de Notícias", 03-11-2009

segunda-feira, novembro 02, 2009

You do something to me
foto: kat mcdonald

domingo, novembro 01, 2009

begin to hope
foto: kat mcdonald

Artistas

Luciana Abreu e Tony Carreira foram os famosos mais votados pelo público português no concurso “Os Mais Sexy de Portugal”, promovido pelo Salão Internacional Erótico de Lisboa 2009.
O filho de Tony Carreira foi o segundo preferido do público com 28.04% dos votos, seguido do Primeiro-Ministro José Sócrates com 2.80%.

in destak

sábado, outubro 31, 2009

Rapaz iraniano durante as orações da amnhã numa mesquita nos arredores de Teerão
foto: reuters

sexta-feira, outubro 30, 2009

Este país não é uma República das bananas

O antigo Presidente francês Jacques Chirac foi formalmente convocado por uma magistrada francesa para ser julgado num processo em que é acusado de fraude e corrupção, divulgaram esta manhã fontes oficiais da Justiça francesa.

Este caso reporta a alegados falsos contratos de trabalho que datam do tempo em que Chirac, de 76 anos, exercia o cargo de presidente da câmara de Paris, desde 1977 até 1995, quando foi eleito para a chefia de Estado do país. Dos 35 contratos sob suspeita –feitos pela Câmara de Paris alegadamente para retribuir favores a amigos e associados de Chirac – Simeoni considerou que 21 se reportavam a postos de trabalho inexistentes. Algo que o comunicado emitido pelo gabinete do antigo Presidente reitera como “sem fundamento”.

in publico.pt

The show must go on

O candidato derrotado à Câmara de Lisboa Pedro Santana Lopes vai assumir o cargo de vereador, anuncia o próprio num artigo publicado hoje no semanário Sol, onde promete lutar pelos seus ideais.
“Vou ficar como vereador a lutar pelo que acredito”, escreve o candidato social democrata que encabeçou a a coligação “Lisboa com Sentido”, que uniu PSD, CDS-PP, MPT e PPM.

in publico.pt

Fé(zada) que move montanhas

O Estádio Municipal de Braga vai registar, sábado, uma das maiores enchentes da sua história em jogos da Liga portuguesa de futebol, quando o Sporting local, segundo classificado, receber o Benfica, primeiro, ambos com 22 pontos.

in destak

quinta-feira, outubro 29, 2009

Vai brincar para outro lado

Acabo de ser demitido de cronista da revista Playboy. E foi a primeira vez na minha vida que fui demitido de algo. Deveria ter-me despido mais?”. É desta forma que o comediante Nuno Markl anuncia o acontecimento na página do seu Facebook.

Markl diz ainda estar de “consciência tranquila” e “nada chateado” porque entregou sempre o “trabalhinho” a tempo e horas.

in DN


Quando a palavra "porventura" assume particular destaque

Luís Filipe Menezes defendeu hoje que poderia estar neste momento a formar governo, caso não tivesse abandonado a presidência do PSD. “Saí porque me fizeram a vida negra.
Tenho a consciência que se tivesse ficado porventura o PSD hoje estava a formar Governo”, afirmou Luís Filipe Menezes em Gaia.

in publico.pt


quarta-feira, outubro 28, 2009


The only thing important is where somebody is going

Where are you going?

Where I want

Extraído do filme "Public Enemies"realizado por Michael Mann

terça-feira, outubro 27, 2009

Este país não é uma República das Bananas

O francês Pierre Falcone e o israelita de origem russa Arcadi Gaydamak foram condenados a seis anos de detenção. O filho do antigo Presidente francês François Miterrand, Jean-Christophe Miterrand, foi condenado a dois anos de pena suspensa, enquanto o ex-ministro francês do Interior Charles Pasqua foi condenado a um ano de prisão.
Pierre Falcone foi condenado por tráfico de influências e comércio de armas e o tribunal ordenou a sua detenção imediata

in publico.pt

domingo, outubro 25, 2009


"Quand on fait de la peinture, Mademoiselle, on aime autrement"

Extraído de Seraphine realizado por Martin Provost

sexta-feira, outubro 23, 2009

o Prémio Nobel da Esperança #2

Muitos fãs de Barack Obama dizem agora que o Nobel da Paz que lhe foi atribuído é precoce, porque o homem ainda não teve tempo para fazer nada.
A distensão das relações internacionais, a disponibilidade para dialogar sem condições prévias com o Irão e o ponto final no clima de cruzada contra os muçulmanos, a determinação em pôr a zeros o contador da relação com a Rússia, a preocupação com uma política de defesa do ambiente, face às alterações climatéricas (na senda de Al Gore, que aliás já ganhou o Nobel da Paz por isso), a decisão de encerrar Guantánamo (o que não pode fazer-se à pressa) e de proibir todas as formas de tortura.
tudo isto é nada?

Inês Pedrosa
Expresso,17out09


Tranquilizantes

Faz-me muita impressão ver nas livrarias livros sem interesse algum. Claro que este fenómeno dos chamados best-sellers sempre existiu porque, de certa maneira, é conveniente que exista.
As pessoas estarem a ler esse tipo de livros é muito tranquilizador para o poder instituído.
Porque esses livros nada põem em causa.
Os best-sellers e as telenovelas desviam as atenções das pessoas.
(...) Por isso é muito mais tranquilizador se eu der às pessoas livros nos quais elas têm sempre pé.

António Lobo Antunes entrevistado na revista Visão, 8out09

quinta-feira, outubro 22, 2009

Os moralistas da liberdade de expressão conforme dá jeito

Muitos dos que têm saudades do tempo de antena da Manuela da TVI, em nome da liberdade de expressão, gostariam de calar e pendurar no pelourinho o escritor Saramago que atravessa uma fase mística de irritação com a bíblia.

in blogue Agua Lisa

Um peixe sem espinhas

“Classificar as escolas (…) a partir das notas dos seus alunos constitui exercício intelectualmente desonesto”. Porquê?
Porque há escolas que podem escolher os seus alunos e outras que não o podem fazer. Podem escolher os seus alunos as escolas privadas. Escolhem os seus alunos, mesmo que indevidamente e só parcialmente, algumas escolas públicas.
Se uma escola puder escolher apenas, ou maioritariamente, bons alunos, só sendo muito má não terá mais alunos com melhores notas nos exames do que as escolas que não seleccionam à entrada.

Rui Pena Pires em blogue O Canhoto

Quem semeia ventos...

José Saramago, escritor

"Saramago é um Gato Fedorento a brincar com a Bíblia"

Teólogo Joaquim Carreira das Neves, em jornal i

Activismo de sofá #2

Foi votar nas últimas eleições?

Não, não fui votar. Não vejo diferença entre os partidos, vejo apenas duas frentes eleitorais, o PS e o PSD, sem qualquer ideologia.

António Lobo Antunes entrevistado na revista Visão, 8out09

E o máximo, também?

"É preciso pensar duas vezes antes de aumentar salário mínimo"

O presidente da Confederação da Indústria Portuguesa, Francisco van Zeller
in publico,pt

quarta-feira, outubro 21, 2009

Primavera Marcelista

"Marcelo apenas quer condicionar o PSD desenhando, domingo a domingo, o perfil do líder desejado e já sem que qualquer réstia de pudor em que a face que debuxa seja a do seu próprio rosto".

Carlos Abreu Amorim, jurista, "Correio da Manhã", 21out2009

Paletes de Moura Guedes

“O que as pessoas querem do telejornal é o que temos de lhes dar”

Júlio Magalhães, Director de informação da TVI

terça-feira, outubro 20, 2009

Ah ganda manel!!!

O vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado, decidiu não cumprir uma deliberação unanimemente aprovada pelo executivo municipal em Janeiro de 2008 por a considerar "impraticável".

A deliberação visava esclarecer uma das conclusões mais intrigantes da sindicância então concluída aos serviços de Urbanismo: entre os dez arquitectos que assinaram mais processos de obras particulares submetidos à aprovação da CML entre 2004 e 2007, dois tinham "ligações familiares ou outras a antigos funcionários do município", sendo que uma tinha apenas 31 anos e dois eram octogenários. Acontece, acrescentava a magistrada sindicante, que alguns destes quatro autores "ultrapassavam gabinetes de arquitectura que mobilizam dezenas de trabalhadores".

in publico.pt

segunda-feira, outubro 19, 2009

o Prémio Nobel da Química

Este prémio Nobel [Nobel da Paz para Barack Obama], na verdade, foi o Prémio Nobel da Química.
O que foi premiada foi a química…como a atracção sexual ..as pessoas ficam alteradas com ele.

Pedro Mexia em Governo Sombra
TSF

domingo, outubro 18, 2009

We are all here for a huge purpose


"I don´t think life is absurd.
I think we are all here for a huge purpose.
I think we shrink from the immensity of the purpose we are here for. Norman Mailer"

Extraído de Shrink realizado por Jonas Pate

sexta-feira, outubro 16, 2009

Uma gaivota voava, voava; asas ao vento coração de mar

A nova portaria que impede a compra, exibição e reprodução de dezenas de animais exóticos não abrange a águia Vitória nem os espetáculos ou iniciativas em que esta participe.
O Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) desfez ontem as dúvidas, garantindo, por exemplo, que, na Luz, pode continuar a assistir-se ao tradicional voo antes do início dos jogos.

in record

quinta-feira, outubro 15, 2009

Estranha forma de vida

Um emigrante português morreu, há dois anos, em sua casa, nos arredores de Paris. Mas só na passada segunda-feira foi encontrado.
Sentado num cadeirão e "literalmente mumificado”. Foi assim que os bombeiros encontraram um português, de 62 anos, morto há dois, num apartamento dos arredores de Paris, para onde emigrara. Apesar do cheiro do corpo em decomposição, ninguém deu pela sua morte.

Ao longo dos dois últimos anos, a renda de casa continuou a ser paga por transferência bancária automática, “como é normal”, esclareceu uma funcionária no escritório da instituição que gere os vários prédios de habitação social onde vive grande número de emigrantes. A electricidade, no entanto, estava cortada no apartamento de José Gomes de Macedo.

A caixa do correio de José Gomes Macedo estava cheia de correspondência desde 2007. No frigorífico, os bombeiros encontraram iogurtes com data desse ano.

in publico.pt

Pelos vistos, dizer mal de Portugal e dos portugueses está reservados apenas aos portugueses


Um vídeo do programa brasileiro Saia Justa, de 2007, está a deixar os portugueses indignados. No programa, filmado em 2007, a actriz Maitê Proença, de visita a Portugal, goza com os Portugueses.
O vídeo começou esta semana a circular nas redes sociais twitter e Facebook e já gerou uma petição online bem como grupos de ódio no Facebook .

in jornal i

quarta-feira, outubro 14, 2009

Essa coisa estúpida chamada democracia

O resultado das legislativas não se limita a traduzir a profunda estupidez com que o eleitorado nacional se comportou. Levará o País aceleradamente na pior das sendas.

Vasco Graça Moura em crónica no DN

terça-feira, outubro 13, 2009

A higiene, novamente

Na boca ou na mão, eis a questão que se põe actualmente a padres e ministros extraordinários da comunhão. Depositar a hóstia consagrada na mão faz muito mais sentido hoje em dia do que metê-la na boca. Por questões de saúde e higiene, naturalmente, mas também porque receber a comunhão na mão é tão digno como recebê-la na boca.

Laurinda Alves in jornal i

segunda-feira, outubro 12, 2009

A frase mais higiénica da noite

Porque é que anda constantemente para cima e para baixo?
O que vai fazer lá em cima? Vai à casa de banho?

Repórter da SIC interrogando Santana Lopes sobre as suas sucessivas idas e vindas de um dos locais da sua sede para o outro

in Sic

A frase mais bonita da noite

A democracia é muito bonita.

Santana Lopes no discurso de derrota à Câmara Municipal de Lisboa
in rtp

sexta-feira, outubro 09, 2009

O Nobel para a esperança


A notícia caiu como uma bomba. Era absolutamente inesperada. Desencadeou todas as emoções. O Nobel para a esperança. O Nobel para o homem que simboliza a esperança. Um risco? Uma irresponsabilidade? Uma antecipação? Foi preciso respirar fundo.
(...) Alimentar a esperança é, também, uma forma poderosa de procurar a paz.

Teresa de Sousa in publico.pt

Tinha feições de princesa, a Lucinda camareira

Fado Mouraria Bailarico, cantado por Alfredo Marceneiro

quarta-feira, outubro 07, 2009

Para bom entendedor...

Carvalho da Silva acabou de tomar um café na Brasileira do Chiado com António Costa, tendo declarado que “é preciso para Lisboa e para os lisboetas que António Costa ganhe as eleições".

Apontando à mobilização da esquerda, Carvalho da Silva foi interrogado sobre se nestas autárquicas o seu voto iria para o candidato socialista ou para o candidato do PCP Ruben de Carvalho ao que respondeu “o voto é secreto”.

in publico.pt


terça-feira, outubro 06, 2009

Haja alguém que ponha ordem nisto

O bastonário da Ordem dos Médicos criticou hoje o “excesso de alarme e zelo” na resposta à gripe A H1N1.
"Não passa de uma gripe, uma doença banal, pouco letal", afirmou Pedro Nunes.

in publico.pt
6out09

segunda-feira, outubro 05, 2009

Viva a República!

(...)Ferido de morte, um revolucionário civil agonizava na rua, junto a um prédio do Rossio, a praça principal de Lisboa. Estava só, sabia que não tinha qualquer possibilidade de salvação, nenhuma ambulância se atreveria a ir recolhê-lo, pois o tiroteio cruzado impedia a chegada de socorros.
Então esse homem humilde, cujo nome, que eu saiba, a história não registou, com uns dedos que tremiam, quase desfalecido, traçou na parede, conforme pôde, com o seu próprio sangue, com o sangue que lhe corria dos ferimentos, estas palavras:
“Viva a república”.
Escreveu república e morreu, e foi o mesmo que tivesse escrito: esperança, futuro, paz. Não tinha outro testamento, não deixava riquezas no mundo, apenas uma palavra que para ele, naquele momento, significaria talvez dignidade, isso que não se vende nem se deixa comprar, e que é no ser humano o grau supremo. [...]

Extraído do blogue Esquerda Repúblicana

sexta-feira, outubro 02, 2009

"O calor da batalha é um vício frequente, potente e letal, na guerra é uma droga
Chris Hedge"

Extraído do filme Hurt Locker da realizadora Kathryn Bigelow

quinta-feira, outubro 01, 2009

Este país não é para velhos #2


«(...) confesso que não consigo ver bem onde está o crime de um cidadão, mesmo que seja membro do staff da casa civil do Presidente, ter sentimentos de desconfiança ou de outra natureza em relação a atitudes de outras pessoas(...)»

O problema, como se entende, não são os «sentimentos» de Fernando Lima. O problema é ele ter pegado num dossiê e ir partilhar, não «sentimentos», mas pseudo-«informações». Com um jornalista. E dizendo-se autorizado superiormente.
Quanto a isso, não basta «duvidar» da «veracidade» do e-mail. O Presidente tem razões para concluir que o e-mail é falso? Não tem: tê-lo-ia dito peremptoriamente.
Fernando Lima agiu à revelia de Cavaco? Não o fez, pois Cavaco tê-lo-ia corrido de Belém - e ele continua lá.
Sim, não há crime. Há só uma grave falha ética - o que, para um Presidente, é imperdoável.

Extraído de Esquerda Republicana

quarta-feira, setembro 30, 2009

Este país não é para velhos

Cavaco Silva, Presidente da República Portuguesa

Mais valia que Cavaco Silva nos tivesse poupado da sua leitura pessoal dos factos.

Teresa de Sousa
publico.pt

terça-feira, setembro 29, 2009

Selva

Um trabalhador da France Telecom, de 51 anos e pai de dois filhos, cometeu suicídio ontem, elevando para 24 o número de funcionários da empresa de telecomunicações que nos últimos 18 meses acabaram com a própria vida.

in publico.pt

Democracia adolescente

Se estivéssemos numa democracia madura, como a espanhola, a francesa, a italiana, a sueca, a norueguesa, a dinamarquesa ou a finlandesa, etc., o acordo parlamentar entre um PS com maioria relativa e o BE seria perfeitamente plausível.(...)

A improbabilidade de um tal acordo não radica nas distâncias ideológicas que, embora grandes, não são muito diferentes das que se verificam nesses outros países em partidos congéneres. (...)

O problema é que às lideranças de cada um dos três partidos parece faltar-lhes a atitude compromissória necessária.

André Freire
Diário Económico

segunda-feira, setembro 28, 2009

La Palice

O que falta ao Partido Socialista para alcançar a maioria absoluta?

Mais votos

Ana Jorge, PS, questionada pelos jornalistas à saída do Hotel Altis
rtp,27set09

domingo, setembro 27, 2009

sábado, setembro 26, 2009

O Nobel da patétice

"Não sei se receberemos o prémio Nobel da Paz"

Paulo Bento, treinador do Sporting comentando o jogo FC Porto-Sporting

sexta-feira, setembro 25, 2009

Porque ele não participou nela..

A campanha eleitoral que hoje conclui foi a mais medíocre da democracia portuguesa, considera Luís Filipe Menezes em artigo publicado na edição de hoje do diário “El País”.

in publico.pt

Só pode ser saudade

Temos mais qualidade de vida do que em 1974, ou não?

Temos mais qualidade de dívida.

João Braga, entrevistado pelo Sol,11set09

quinta-feira, setembro 24, 2009

Lionel Andrés Messi, jogador de futebol
foto: caterina barjau

quarta-feira, setembro 23, 2009

Novo feminismo

É muito mais agradável uma mulher bonita a fazer seja o que fôr do que um homem, por mais bonito que seja, a fazer a mesma coisa.

João Braga, fadista, entrevistado pelo semanário Sol,11set09


terça-feira, setembro 22, 2009


"las películas hay que terminarlas aunque sea as ciegas."

Extraído de "Los abrazos rotos" de Almodovar

segunda-feira, setembro 21, 2009

Ressabiados

O DN pode optar por publicar na íntegra e-mails privados e expor na praça pública fontes protegidas pelo segredo profissional. Poupem-nos, por favor, a textos sumptuosos com palavras nobres para embrulhar decisões dignas de um tablóide. Não é com "notícias" destas que se ganha um Pulitzer.

in publico, 20set09

"Queria ser uma pessoa equilibrada...:trabalho, casa, filhos..."

Extraído do filme Budapest de Walter Carvalho, adaptação ao cinema do livro de Chico Buarque

Absolutamente condenável

"É absolutamente condenável a estratégia da Presidência da República nesta questão. Ou a notícia é falsa e já deveria ter sido desmentida; ou a notícia corresponde ao que o Presidente pensa e só poderia ter duas consequências: queixa na Procuradoria e demissão do Governo"

João Marcelino, Diário de Notícias,19set09

domingo, setembro 20, 2009

A Esquerda carne

Francisco Louçã evitou esta manhã uma visita à área das bancas de peixe, no mercado municipal de Alcobaça, explicando depois que o fez porque rejeita a “dinâmica de espectáculo” e qualquer “forma de populismo”.

in publico.pt
Diego Forlán. jogador de futebol
foto: jeronimo álvarez

sábado, setembro 19, 2009

O poder das flores

“O cravo vermelho na lapela é a diferença entre o PS e o PSD”

Manuel Alegre no comício do Partido Socialista em Coimbra,19set09, publico.
Katherine Heigl, uma das actrizes da série Anatomia de Grey, e o seu marido, Josh Kelley, adoptaram uma criança coreana de dez meses, a la que chamaram Nancy Leigh

sexta-feira, setembro 18, 2009


"la ultima sensación que levó de este mundo fue el sabor de tu boca"

Extraído de "Los abrazos rotos" de Almodovar

Atirar areia para os olhos

"Portugal vai defender que a União Europeia proponha na reunião do G20 a criação, a nível internacional, de uma taxa generalizada sobre operações financeiras realizadas entre operadores financeiros", revelou ao Diário Económico, o primeiro-ministro. José Sócrates justificou a medida com o objectivo de que "o sector financeiro suporte parte dos custos que os países tiveram que incorrer com a crise financeira".

in diário económico,17set09

quinta-feira, setembro 17, 2009

O fim da crise ou "entre feridos e mortos alguém há-de escapar"

capa do Courrier International desta semna

Salada de fruta

O MEP é uma espécie de Bloco de Esquerda de 2ª divisão: nunca revelou que tipo de sociedade defende, como lá se chega, quais os caminhos que têm que ser perseguidos.

Garcia Pereira, membro do PCTP MRPP, in RTP

quarta-feira, setembro 16, 2009

Estranha forma de vida

Após muitas horas de investigação, um historiador e um jornalista conseguiram decifrar o ADN de Adolf Hitler(...).
Após reconstituir a árvore genealógica de Hitler, analisar pontas de cigarro esquecidas numa aldeia austríaca, retraçar o caminho de selos de cartas enviadas há mais de 30 anos a partir do norte de França - os investigadores encontraram 39 familiares vivos do ditador.
"Acordaram não ter filhos para extinguir a saga dos Hitler e deixar de viver com medo (...)", revelou o jornalista Jean-Paul Mulders ao "El Mundo".

jornal i

terça-feira, setembro 15, 2009

A asfixia de alterne

Eu acho que ir a madeira queixar se de asfixia democrática no continente é como ir a uma casa de alterne e dizer “ui que galderice que vai aí fora”

Ricardo Araújo Pereira em Governo Sombra,11set09

segunda-feira, setembro 14, 2009

Assim ficam claras as intenções e propósitos

Como se recordam, numa entrevista a este mesmo programa [Diga Lá Excelência], tinha este Governo uns oito meses de vida, eu disse que pensava que Cavaco Silva iria ganhar as eleições e que seria um excelente Presidente para trabalhar com um excelente primeiro-ministro.
Disse isso porque achava que José Sócrates tomava decisões, tinha despacho. A meio do mandato, houve um desvio.


Mudou de opinião por causa da PT [decisão de veto da CGD em relação à OPA hostil da Sonae à PT]?


Em parte, mas o que comecei a sentir foi sobretudo um problema comportamental. Perdi completamente a confiança (...)

Belmiro de Azevedo entrevista em Diga lá Excelência, 12set09

domingo, setembro 13, 2009

Solução Medina Carreira: um novo Salazar salvador da pátria

O senhor preconiza um governo de iniciativa presidencial com dirigentes que venham das profissões...
... Ou dos partidos.

Mas isso é fazer tábua rasa de eleições.
Não é. Claro que os partidos teriam de concordar com esta solução transitória, para poderem fazer uma limpeza, renovar-se. A ideia era atirar para outra entidade a solução que os partidos não encontram.

Medina Carreira, economista, em entrevista à revista Visão, 12set09

O activismo de sofá

O senhor professor vai votar?

Não sei, é uma angústia que tenho. Ainda não decidi nada.

Medina Carreira, economista, em entrevista à revista Visão

sábado, setembro 12, 2009

Isto está bom é para quem diz mal de tudo e de todos #2

Para as pessoas aprenderem não era preciso estarem lá todos! O abandono escolar, quando é feito por aqueles que não andam lá a aprender nada, é uma coisa boa! Nem gastam dinheiro à gente nem chateiam os outros! Esta ideia imbecil da escola inclusiva serve para depositar dentro de quatro paredes uns tipos!
Para que o eng.° Sócrates e a Maria de Lurdes Rodrigues lhes passem, depois, um papelucho! Um tipo com cabeça devia perguntar, olhando para o papelucho: 'E isto serve para limpar o quê?'

Medina Carreira, economista, em entrevista à revista Visão, 12set09

Isto está bom é para quem diz mal de tudo e de todos

"Os programas eleitorais, com a dimensão que têm, são uma falcatrua. São como as apólices de seguro: feitos para o eleitor nunca ter razão."

Medina Carreira, economista, em entrevista à revista Visão

sexta-feira, setembro 11, 2009

Porreiro pá

Você não fez férias pá?!?
Mas foi para o Algarve seu maroto

Comentários em off de Sócrates para Louçã, antes do debate entre ambos

quinta-feira, setembro 10, 2009

Dodots

"os políticos e as fraldas devem ser mudados com uma regularidade idêntica, pelas mesmas razões".

MMS, Eduardo Correia, publico, 10 set

""A vida é sofrer."(*)

(*) Carlos Queiroz, após resultado 1-0 da selecção nacional de futebol contra a sua congénere húngara.

quarta-feira, setembro 09, 2009

Há um tempo para tudo

O Tribunal Cível de Lisboa proibiu a venda do livro "A Verdade da Mentira", da autoria do ex-inspector da Polícia Judiciária Gonçalo Amaral, sobre o desaparecimento de Madeleine McCann e ordenou a retirada do mercado dos exemplares que se encontrem ainda à venda.

in publico.pt

segunda-feira, setembro 07, 2009

sábado, setembro 05, 2009

"ai isso é claro, claro, tão claro como a clara do ovo"(*)

Quem sai imediatamente a ganhar com esta notícia? Logo em primeiro lugar Manuela Moura Guedes, uma jornalista medíocre, manipulativa, e sem qualquer sentido de profissionalismo, que alimenta um pouco mais os seus 15 minutos de fama frente aos holofotes.
Mas não lhe ficam nada atrás os partidos da oposição, PSD logo à cabeça, mas também CDS, PCP e BE, que imediatamente tentam capitalizar votos sobre o PS, explorando o desagrado — natural — de Sócrates para com Moura Guedes.

Extraído de post de Ricardo Schiappa de Esquerda Republicana
(*)Extraído de O Galo É O Dono Dos Ovos de Sérgio Godinho

Se quem mais ganhou com esta notícia foi o PSD, as alegadas pressões, a existirem, de onde terão realmente vindo? (*)

(*)via esquerda republicana

Essa liberdade que o PR nada fez para conquistar

"A liberdade de expressão e de informação foi um bem precioso que conquistámos no 25 de Abril e penso que todos os portugueses desejam que seja preservado",

Cavaco Silva
publico.pt, 4set09

PSD a tentar ganhar na secretaria

E as coisas estavam neste pré, quando os administradores da Prisa resolveram dar uma ajuda à campanha do PSD, suspendendo ou eliminando o "Jornal de Sexta", da TVI.
Dificilmente seria concebível pior serviço prestado a José Sócrates, como por aí dizer-se .

Miguel Sousa Tavares
Expresso, 05Set09

sexta-feira, setembro 04, 2009